Pular para o conteúdo

Imagem 2 Imagem 1 Imagem 1 Imagem 1

.: E-mail

E-mail: Senha:
Força SC

.: Visualizar notícia

Endividamento das famílias sobe a 41,6% em junho


Desemprego, alta nos juros, fizeram com que as famílias chegassem ao pior endividamento dos últimos dez anos.

O endividamento das famílias brasileiras com os bancos passou de 41,5% em maio para 41,6% em junho, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, 24, pelo Banco Central, por meio da Nota de Política Monetária e Operações de Crédito de julho.

Se forem descontadas as dívidas imobiliárias, o endividamento cai para 23,2% no mesmo período.

O cálculo do BC leva em conta o total das dívidas dividido pela renda no período de 12 meses. Além disso, incorpora os dados da Pesquisa Nacional de Amostragem Domiciliar (Pnad) contínua e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), ambas do IBGE.

Segundo o Banco, o comprometimento de renda das famílias com o Sistema Financeiro Nacional (SFN) passou de 21,3% em maio para 21,1% em junho. Descontados os empréstimos imobiliários, o comprometimento da renda foi de 18,7% para 18,5%.


Endereço: Rua Irmã Bonavita, n° 1.109, Bairro Capoeiras, Florianópolis | 88090-273 | ©Copyright 2013 Força Sindical SC. All rights reserved.
Powered by KYOJIN

Voltar para o topo